ENTREVISTA EXCLUSIVA

Exclusivo: Ariel Merisio conta sobre nova residência, produções, parcerias e como trouxe o novo mixer de Riche Hawtin ao Brasil

De residência nova e motivado pela parceria com Richie Hawtin e Tarter, Ariel Merisio falou exclusivamente com o TUDOBEATS sobre este momento de sua carreira.

 

Ariel Merisio / Divulgação

 

Ariel Merisio é um dos produtores nacionais que vem ganhando cada vez mais espaço na cena. Com suportes de grandes nomes como Marco Carola, Roger Sanchez e muitos outros. O artista da Apex e QG Agency assinou recentemente residência em um dos melhores clubs de Santa Catarina, a Amazon Club, e vem assinando com gravadoras respeitadas como, Radiola e Warung Records. Um artista versátil e que explora muito bem o House e o Techno em seus Sets, e que de maneira muito consistente vem ganhando seu espaço no disputado mercado underground.

 

TUDOBEATS: Qual o maior desafio nessa nova fase onde ter uma residência em um club respeitado requer muitas responsabilidades, e o que ela representa como amadurecimento para um artista?

“Olá pessoal, tudo bem? Antes de tudo, gostaria de agradecer ao TUDOBEATS pela oportunidade!
Meu relacionamento com o Amazon Club é recente, mas em todas as oportunidades que estive lá me senti muito a vontade, parece que estou em casa. Acredito que o papel do residente vai muito além de apenas ter datas, acredito que o Artista pode dar o seu melhor para o bem do club e isso vai além de música.”

 

TUDOBEATS: No campo da produção musical, você já emplacou grandes suportes de nomes internacionais e boas gravadoras. Como você tem se preparado para elevar cada vez mais o seu nível e alcançar novos suportes e novas conquistas?

“Minha paixão pelas horas que passo no estúdio só aumenta, o aprendizado é diário e constante. A alguns meses tomei como prática encaminhar minhas faixas a estúdios profissionais para ajustes finos na mix, o resultado é incrível. Hoje vejo que minhas faixas estão em um patamar que antes eu não conseguia chegar.”

 

 

TUDOBEATS: Você já teve a honra de abrir a pista para Sebastian Leger e Loco Dice. Quais os fatores que você julga fundamental para realizar um Warm Up com excelência?

“Essa concepção de se preparar para uma gig, não se limita apenas nas oportunidades de warm up´s, julgo ser importante que o artista tenha uma leitura de onde, como e com o que vai se apresentar. Essa é uma característica que preso muito no meu trabalho. A partir do momento que tenho a confirmação de que uma gig foi fechada, eu já começo a pensar nas possibilidades de musicas que quero oferecer, as clássicas que quero tocar e até mesmo de que forma conduzir tudo isso, sem perder a minha essência.”

 

TUDOBEATS: A música electrónica no Brasil vem crescendo ano após ano e passando por muitas mudanças. Como você analisa o atual momento da cena no Brasil, com novos produtores, gravadoras, núcleos e diversos festivais?

“O Brasil é do tamanho do continente, qualquer tema que abrange todo nosso território toma proporção gigante, na musica não é diferente. Apesar de sentir que o polo musical se concentra em 4 ou 5 estados, é nítido que tem muito a ser explorado. Cada dia nasce um novo produtor, o brasileiro por natureza é um artista, gostamos de expor nossos sentimentos e fazer isso na forma de musica acho incrível demais. Muitos festivais internacionais apostaram no Brasil e deu certo, temos condições e estrutura para ser um dos países onde os melhores festivais acontecem. Recentemente estive no Warung Day e foi incrível, organização, estrutura e atendimento sem dúvida, impecáveis!”

 

Ariel Merisio / Divulgação: Amazon Club

 

TUDOBEATS: Quais são as suas maiores inspirações e referencias musicais e como isso ajudou a lapidar seu gosto pela música eletrônica?

“Eu não tenho o hábito de seguir um estilo especifico, ou até mesmo seguir referência, no meu spotify você encontra desde Dazaranha, até Elis Regina, gosto de musica quem me faz bem. Claro, tenho minhas paixões, meus timbres favoritos, paixão pelos grooves com baixos quebrados, formados por tons e elementos marcantes. Mas confesso que tenho uma queda pelos lançamentos das gravadoras Desolat, 8bit e as produções e remix do The Glitz e Leftwing & Kody.”

 

TUDOBEATS:  Conte nos a respeito de ser o único brasileiro com o novo Mixer de Riche Hawtin, o MODEL 1, o que ele representa em termos de tecnologia, evolução e quais seus planos para com essa nova ferramenta?

“Recentemente comecei um projeto com meu amigo de infância, Tarter. Através de seus contatos com o pessoal que trabalha com o Richie Hawtin, surgiu a possibilidade de termos um MODEL 1. A ideia é disseminar conhecimento deste produto, através de palestras, workshops e aquelas conversas que ocorrem nos bastidores das gigs. Levou alguns meses desde do primeiro contato até o dia que pegamos o mixer, nesse meio tempo, tivemos uma grande ajuda do nosso parceiro Juninho ( Audio Systems Importadora) distribuidor da Allen & Heath na América Latina. Agora é só estudar muito o equipamento e transmitir todo o potencial que ele oferece.”

 

TUDOBEATS: O que podemos esperar das novas músicas e parcerias que você tem programadas?

“Nos próximos meses, tenho alguns remix que serão lançados, um deles é pela gravadora curitibana Laguna Rec, outro pela Groove Trap Rec. Nas próximas semanas sairá uma compilação da Colours /RS, onde o Fran Bortolossi incluiu uma das minhas faixas. Mas a minha aposta para esse ano é o lançamento de três faixas que fiz com muito carinho. A primeira é a “Dead End” que será lançada pela gravadora Urban Soul, a segunda faixa é a “Once Upon a Time” pela gravadora Warung Rec e a terceira é uma colaboração que fiz com meu brother Wilian Kraupp, em breve, mais infos.”

” Escolhemos as músicas e artistas que gostamos, divulgamos os projetos em que acreditamos. “

A cultura eletrônica e o mundo do entretenimento vistos através de artigos, matérias e entrevistas com artistas, produtores e diversos profissionais chave do Brasil e do Mundo.

TUDOBEATS é uma marca da NZPR.

.

.

Relações Públicas para a Indústria do Entretenimento

 



As mais lidas

To Top