REVIEW

Psy For Friends: Uma experiência psicodélica entre amigos

A festa Psy for Friends aconteceu nos dias 07 e 08 de abril, em Santa Terezinha do Itaipu, no Paraná e reuniu grandes artistas como Skazi, Undercover e Musatti, da Infinite Music

 

PSY FOR FRIENDS 2018 – Foz do Iguaçú e região | Foto: Mario Cezar, SENSE

 

Texto:  Sindy Spohr, da rede TUDOBEATS
Foto: Mario Cezar / SENSE

 

Foram quebrados os ‘pré-conceitos’ de que as festas do interior do Brasil são atrasadas. O crescimento da cena da música eletrônica tem acontecido de forma tão exponencial e forte no país, que pouco tempo após as novidades chegarem às capitais o interior já recebe e organiza eventos de qualidade surpreendente. É o exemplo que temos na região oeste do Paraná, onde neste mês de abril aconteceu a tradicional open air Psy For Friends.

A festa vem de uma longa história de edições, uma pausa de alguns anos e um retorno glorioso em 2016 com Psy For Friends – Return The Roots.  Seguindo com temáticas divertidas e encantadoras, em 2017 os “Piratas” invadiram o Velho Oeste e, agora em 2018, público de mais de duas mil pessoas foram conduzidas para “Neverland”, onde música e magia foram transmitidas em uma experiência audiovisual de tirar o fôlego.

O Sound System JBL Vertec, montado e distribuído estrategicamente, proporcionou sensações vibrantes e intensas na pista e por todo o espaço da festa. Os painéis de led construíram uma dimensão de padrões hipnotizantes com um show de luzes durante a noite, enquanto a estátua da fada feita especialmente para o evento e a ambientação 3D do palco alimentavam a lisergia durante o dia.  Já a sombra até o front criada pela grande tenda produzida pelo artista Belém, foi essencial para amenizar o calor insano do ensolarado domingo de outono.

 

“Uma festa com grandes artistas que traz a cena do velho oeste, como muito carinhosa e informalmente chama-se a região, para o centro do das festas eletrônicas no país”

 

A estrutura organizacional do evento deve ser ressaltada pela impecabilidade nos detalhes, que demonstrou a experiência da Rause eventos, que já está há anos no ramo do entretenimento. Estacionamento amplo, entradas e revista ágeis, quantidade suficiente de banheiros que se mantinham limpos durante toda a festa cuidados pela equipe de limpeza preparada, além dos seguranças educados e cordiais e pronto socorro com UTI Móvel e médico de plantão. A praça de alimentação era variada e o bar, apesar dos preços um pouco altos, trabalhou muito bem todo o tempo.

 

Image may contain: 1 person, standing

| Foto: Mario Cezar, SENSE

 

Porém, apesar da importância dos detalhes na qualidade do evento, o que realmente impressionou e levou o público ao delírio foi a sequência absurda da lineup. Chamados de “Musimagos”, os artistas realmente proporcionaram a magia da música eletrônica, recheada de psicodelia progressiva. Além dos talentos regionais merecedores do seu espaço, se apresentaram nomes renomados como 4i20, Altruism, Undercover, Berg, Belik Boom, Coming Soon e Skazi, que literalmente ferveu a pista no início da tarde. Também foram apreciados artistas de lowbpm como Piemonte, Ecost, Ricardo Farhat, André Gazolla e Lacozta.

 

 

Image may contain: 1 person, bicycle and indoor

Undercover | Foto: Mario Cezar, SENSE

 

Image may contain: one or more people and indoor

SKAZI | Foto: Mario Cezar, SENSE

 

Quem elogiou a festa foi Michael Musatti, Dj e produtor de eventos que está à frente da Infinite Music, uma das maiores e mais antigas agências do país, que atua com artistas internacionais. Ele encerrou a programação de highbpm com seu estilo oldschool de psytrance dançante e envolvente com clássicos como Universe Inside Me de Vini Vici Liquid Soul. Em entrevista à produção TudoBeats, Musatti ressaltou o crescimento da cena brasileira que passa por um momento de renovação, tanto de público quanto musical.

“O mercado voltou a ter um boom que nos lembra a época de 2005, obviamente com outros estilos, mais moderno, com muitos jovens que trazem gostos, vontades e sensações diferentes. Entre 2011 e 2014 tínhamos o progressive mais forte e agora observamos uma tendência muito grande para o psytrance, sons mais psicodélicos, bpms mais rápidos, as pessoas querendo dançar mais agressivamente.”

Segundo Musatti, mesmo sem muita experiência o brasileiro está mais educado musicalmente, reconhecendo as variações de estilos, definindo os seus gostos, e o mercado acaba se tendenciando ao que o público espera.

 

Image may contain: one or more people, crowd and night

Psy for Friends | Foto: Mario Cezar, SENSE

Image may contain: 1 person, standing, close-up and outdoor

Psy for Friends | Foto: Mario Cezar, SENSE

 

“Eu fico feliz que o Trance esteja voltando, muitos clubs e eventos que não colocavam mais trance estão voltando a colocar e isso é bem legal. Mas não podemos esquecer que a música é cíclica, então o que vai acontecer daqui dois anos? É sempre uma descoberta, vamos ver como será.”

O produtor ainda comemorou o sucesso da Psy For Friends, evento qual já admira há algum tempo e onde se sentiu em casa, já que sua origem também é do interior, no estado de São Paulo.

“Foi a primeira vez que toquei nesta região do Paraná e gostei muito. A Psy For Friends tem uma organização impecável, produção muito dedicada que atendeu muito bem nossa agência e artistas. Festa no interior é muito bom porque é mais regionalizado, as pessoas se conhecem e fica um clima familiar que lembra festival. Já na capital tipo São Paulo as coisas são tensas. Espero voltar em breve.”

Entre os artistas da Infinite Music do lineup destacamos o israelense Undercover, formado por Adam Belo e Almog Shmueli. Representado no evento por Almog, a apresentação de Undercover contou com Chapati e Bali Kali, as músicas que estouraram e trouxeram o sucesso mundial para a dupla. Em entrevista para a TudoBeats, Almog falou sobre sua experiência de tocar Psytrance no Brasil, em especial as obras primas.

 

Image may contain: 1 person, sitting

Musatti – Iono Music | Foto: Mario Cezar, SENSE

 

“A pista é sempre uma alegria, ninguém fica parado e a resposta ao som traz uma energia que cativa, porque os brasileiros são impressionantes. Tocar Chapati é o ponto alto, a maior de todas. Essa música foi o início de tudo, criada depois de sair de um culto e receber inspiração do céu, me revoltar com o mundo e decidir produzir e me dedicar ao Psytrance. Foi realmente mágico.”

Almog também destacou que é difícil para a dupla acreditar em todo o sucesso que sua música tem feito, mas que isso os faz feliz por poder levar o trabalho e conhecimento para cada vez mais pessoas no mundo. A grande novidade de Undervcover é o recente lançamento do álbum Genesis e a turnê mundial preparada junto à Infinite Music.

“Genisis refere-se à criação de tudo, do universo em si. A psicodelia de Undercover reúne o conhecimento alienígena com ciência e um toque de religião. Todo o conhecimento do universo expressado e reunido em forma de sons e vibrações, que será transmitido por todo o mundo por onde formos.”

Sem dúvidas vale a pena conhecer o “Psy entre amigos” onde você pode vivenciar a união em um ambiente familiar, psicodélico e cheio de energia, de evolução e resistência no interior do Paraná. Nos vemos em 2019!

 

Veja mais fotos no facebook do tudobeats

Psy for Friends | Foto: Mario Cezar, SENSE

 

 

VEJA MAIS FOTOS de

Mario Cezar na Psy For Friends

TUDOBEATS

 

 

 

 

 

” Escolhemos as músicas e artistas que gostamos, divulgamos os projetos em que acreditamos. “

” A cultura eletrônica e o mundo do entretenimento vistos através de artigos, matérias e entrevistas com artistas, produtores e diversos profissionais chave do Brasil e do Mundo.

TUDOBEATS é uma marca da NZPR.

.

Relações Públicas para a Indústria do Entretenimento

 



As mais lidas

To Top