REVIEW

Laurent Garnier, o Transcedental. Um review de uma das melhores noites do Warung.

Todos esperaram ávidos pelo retorno do mestre francês ao Templo, o que nem todos imaginavam era a verdadeira experiência que os aguardava. Confira o relato de uma noite transcendental no Warung.

 

Image may contain: 2 people, people smiling, people sitting

Foto: Ebraim Martini

 

Texto: Marcele Carraro | Foto: Ebraim Martini | Video: Felipe Espindola

 

Sabe aquele Warung com clima agradável, que todos esperaram ansiosamente, e melhor, sem superlotação? Obviamente foi o cenário propício para a atmosfera que Garnier cria em suas apresentações, o inside estava perfeito para os admiradores se jogarem cada segundo em um set que iniciou às 3h30 e terminou às 8h00 com muito pesar, pois a vontade era que ele se estendesse. Antes disso o brasileiro Boghosian fez um warm-up surpreendente, fazendo jus a responsabilidade de abrir para uma lenda viva como Laurent.

 

Image may contain: 1 person, crowd, night and indoor

Foto: Ebraim Martini

 

Sabe aquela história de Expectativa x Realidade? No caso da noite no templo com Garnier, o meme teria que ser ao contrário, mostrando que a realidade foi muito além da expectativa. Quem já era fã, apenas presenciou qual o peso desse nome na história da música eletrônica, e quem não conhecia passou a admirá-lo.

 

Image may contain: 5 people, people smiling, people standing

Foto: Ebraim Martini

 

A apresentação do Dj francês considerado um dos melhores do mundo, com 30 anos de carreira, foi um show à parte, com seu olhar que transparece entusiasmo, demonstra o que ele tem de mais admirável, seu amor pela música, e não dá para negar pois a energia emana pela pista de forma tão simples e ao mesmo tempo tão intensa, o que torna sua apresentação ainda mais mágica e digna de muitos aplausos.

 

Adjetivos como: Inesquecível, incomparável e mestre dominaram as redes sociais acompanhados de inúmeras manifestações de frequentadores fiéis do templo, dizendo ter sido um dos melhores, se não o melhor Warung dos últimos tempos!

 

 

Que Garnier veste a camisa do House com maestria, músicas envolventes e aquele instrumental elegante, impecável e dançante, todos sabemos,mas levando em conta que cada set para ele é uma espécie de jogo, onde a criação e a improvisação são marca registrada, ele foi do funk (sim, batidas do funk carioca) ao samba, em meio as músicas como Oxia – Dominó e produções clássicas como The Man With The Red Face, sem perder a pista por um minuto, a cada virada o público reagia de forma surpresa e comentários do tipo: “Ele realmente nasceu pra isso!”

 

Image may contain: 2 people, people smiling, indoor

Leo Janeiro e o catarinense Nezello, da Seas, que estreou na cabine do Templo nesta noite. Foto: Ebraim Martini

 

 

Não é à toa que chamam ele de maestro, ele rege a pista com tanta autoridade que não há o que discutir, um artista sem rótulos, onde sua preocupação é apenas tocar um som de qualidade independente do gênero, com certeza uma experiência que todos levarão para sempre e o pensamento é o mesmo para quem presenciou: “Ainda bem que eu fui!”

 

Veja mais fotos no nosso facebook e não esqueça
de curtir o TUDOBEATS

 

 

 

 

” Escolhemos as músicas e artistas que gostamos, divulgamos os projetos em que acreditamos. “

.

_______________________

” A cultura eletrônica e o mundo do entretenimento vistos através de artigos, matérias e entrevistas com artistas, produtores e diversos profissionais chave do Brasil e do Mundo.

TUDOBEATS é uma marca da NZPR.

.

Relações Públicas para a Indústria do Entretenimento



As mais lidas

To Top