Tour

Aproveitamos a vinda de Cabanne ao Brasil e convidamos seis artistas para comentarem sobre suas faixas favoritas do selo Minibar Records.

.

Cabanne é um dos principais DJs e produtores de Minimal/Techno do cenário mundial. Nesse mês de maio ele estará no Brasil para uma turnê de quatro datas organizada pela WRX Agency, passando por Rio de Janeiro, Itajaí, Pelotas e Curitiba.

.

.

 

Em 2005, Cabanne iniciou seu próprio label Minibar, que teve releases de Fumiya Tanaka, Audio Werner, Lowris, Rhadoo, entre outros. Esse selo se tornou algo icônico na história da música eletrônica francesa, sendo assim, aproveitamos sua vinda ao Brasil e convidamos seis grandes DJs nacionais para escolher uma faixa favorita do selo Minibar Records e comentar.

Um prato cheio para os amantes de música eletrônica conhecerem mais obre o artista e seu selo! Ouça as tracks e acompanhe os comentários!

 

.

DEE BUFATO (D-edge / Subdivisions)
.
Cabanne – Minérale [mb003]
.
“Minerale” é provavelmente a faixa que mais gosto do Cabanne. Uma composição de sons mínimos que harmonicamente conversam muito bem. Para mim esse diálogo na composição e a forma como cada som é apresentado dentro da música fazem a magia acontecer. A faixa é também um exemplo que mostra como o mínimal pode ser funky e bastante dançante.”

.

.

TATI PIMONT (Subdivisions / WAN)
.
Copacabannark ‎- Cave Minibar [mb030]
.
Sempre foi uma bela referência para mim. Releases com qualidade e com uma identidade bem marcada, um dos pontos chaves da label, além de releases de artistas que admiro muito. Eu tenho várias favoritas, mas a Cave do Copacabannark, junção de Cabanne & Ark, release 30, lançado em 2013, me marcou de uma forma diferente. Foi uma das músicas que mais toquei por aí e ainda toco sempre que acho o momento para ela. Gingadinho minibar, vocal do jeito que eu gosto, longa e com uma bela construção. Ela vai desenvolvendo explorando filtros, pads, barulhos ˜estranhos˜ e um bassline. Um pouquinho de confusão que Minibar explora bastante, são quase 10 minutos de um sonho meio espacial dançante ou uma viagem doida tridimensional por elementos bem construídos.

.

.

Wesley Razzy (Patterns / WAN)
.
Agnes – Treat Me Bad [mb002]
.
“Minibar é um selo que dificilmente fico sem tocar pelo menos uma faixa nos sets. O segundo EP lançado com faixas do Agnes, me chamou muita atenção, 4 faixas excelentes e o lado A1 é um groove super funcional, quando mixada corretamente se torna uma bomba na pista. Foi logo depois desse segundo release que percebi que esse selo seria referência por muitos anos.”

.

.

GROMMA (D-Edge / Warung)
.
Ben Vedren – I Know You Know [mb027]
.
“Não necessariamente minha favorita, mas uma das que eu tenho um carinho especial, já toquei bastante e sempre funciona muito bem quando preciso dar aquela “puxadinha” a mais na pista. Infalível!!!”

.

.

DORIVA ROZEK (D-edge / Minim)
.
Audio Werner – Evar [mb026]
.
“Esse disco foi um dos primeiros que eu comprei, house beats bem sofisticados como a Minibar sempre teve. Podendo ser tocado incansavelmente por muito tempo ainda.”

.

.

VICTOR FISCHER
.
Copacabannark – Cave [mb030]
.
“Track que faz parte do segundo EP lançado na Minibar pelo duo francês, Copacabannark constituído por Cabanne e Ark. Minimalista e hipnótica, com seus detalhes que saem da caixa a forma tri-dimensional, é uma ótima musica para encaixar em vários momentos da festa.”

 

 

Image may contain: outdoor



As mais lidas

To Top